Músculo Liso 1


Os músculos lisos do nosso organismo têm a mesma função que os músculos esqueléticos, ou seja, a contração muscular, com encurtamento e aumento do diâmetro de suas fibras.

Porém, enquanto os primeiros se relacionam com a movimentação do esqueleto, os músculos lisos têm diferentes finalidades.

Em primeiro lugar, é preciso descrever aonde se localizam.

A maior parte dos músculos lisos localiza-se nas paredes dos vasos sanguíneos em todo organismo. Portanto estão presentes em todos os nossos órgãos.

Ressaltamos a sua presença ainda em todos os ductos glandulares, nos alvéolos pulmonares e sobretudo no útero, são assim fundamentais para a vida e a perpetuação da espécie humana.

Começaremos pelos músculos lisos dos vasos sanguíneos. As principais proteínas contrácteis são também a miosina e a actina, que igualmente ao que acontece nos músculos esqueléticos não alteram seus comprimentos na contração.

Os músculos lisos também não possuem a propriedade de alongamento. O maior comprimento de suas fibras é atingido quando estão relaxados.

Sua viscoelasticidade, no entanto, é maior que nos músculos esqueléticos. Digno de nota é que os vasos sanguíneos contêm muitas fibras elásticas e possuem capacidade de aumentar seu comprimento facilmente.

DURANTE A VIDA OS VASOS SANGUÍNEOS NÃO PARAM, ASSIM COMO O CORAÇÃO, ora contraem-se, ora relaxam, controlando o fluxo sanguíneo, sobretudo a pressão arterial.

Os vasos sanguíneos menores são chamados de capilares e têm importância fundamental nas trocas gasosas assim como a musculatura lisa dos pulmões.

Na semana que vem vamos continuar descrevendo os significados de vasoconstricção e vasodilatação.

Até lá, se Deus quiser!

Abraço.

Dr.Beny Schmidt

MANDE SUA MENSAGEM

Desenvolvido por Mais Comunicativa.